terça-feira, 8 de novembro de 2011

DEPOIS EU FAÇO

     Estudar ou ficar no MSN? Dar uma arrumada no quarto ou dormir mais 15 minutos? Talvez você não perceba, mas todo dia, a toda hora, temos que decidir o que fazer. Tirar o lixo para fora agora ou continuar vendo TV? Escrever de uma vez o trabalho final ou aproveitar o sol lá fora? Às vezes a decisão parece fácil, mas pode acabar em situações complicadas: dizer ao chefe que ainda não terminou o relatório ou inventar uma desculpa?  Se na hora de decidir  você costuma escolher a opção de deixar para depois, está entre os 95% das pessoas adeptas da procrastinação.
     A palavra vem do latim procrastinare, que é a união do prefixo pro (encaminhar) e castinus (amanhã). Ou seja: enrolar. O Oxford Dictionary registra que ela teria sido publicada em inglês pela primeira vez por volta de 1548. O Brasil mal havia nascido e o termo já estava disseminado pelo mundo. Imagine a prática. Em Roma, Cícero já criticava Marco Antonio por gastar tempo em festas e deixar seu trabalho de imperador em segundo plano. Dizia: "In rebus gerendis tarditas et procrastinatio odiosa est". Algo como: "Na conduta de quase todo relacionamento, lerdeza e procrastinação são coisas odiosas".
     Mas a procrastinação nunca foi tão presente na vida das pessoas quanto depois da invenção do computador - essa máquina de trabalho e estudo que também funciona como janela para o mundo e sala de bate-papo com os amigos. Os computadores de boa parte das empresas são controlados por proxys e firewalls, aplicativos que bloqueiam o acesso  a determinados sites e ferramentas online. Em alguns ambientes de trabalho, até  mesmo e-mails pessoais são proibidos, e há sistema de controle de acesso pelos quais  os funcionários do departamento de tecnologia podem saber exatamente como e quando você usa a internet. Isso se eles não estiverem ocupados respondendo mensagens no orkut ou MSN, é claro.
     Procrastinação é bem diferente de preguiça. Enquanto preguiça é evitar trabalho, a primeira é ter muita coisa para fazer e deixá-la para a última hora. "A procrastinação está relacionada a uma discrepância entre intenção de trabalhar e a ação real de trabalho", afirma Piers Steel, psicólogo da Universidade de Calgary, no Canadá, e autor de estudos sobre o assunto. "Procrastinadores têm uma intenção maior de trabalhar, mas só no começo do processo." Imagine uma linha com dois extremos de produtividade. De um lado, Macunaíma, o acomodado personagem de Mário de Andrade, e de outro o hiperativo Leonardo da Vinci. Seria bem mais fácil encontrar procrastinadores no lado renascentista. Aliás, ele próprio tinha um considerável portfólio de projetos deixados para depois e é reconhecido como um dos grandes enroladores da história. Diferentemente dos preguiçosos, os procrastinadores são viciados na sensação de prazo estourando. Deixam tudo para a última hora porque gostam da adrenalina da urgência. Como Rocky Balboa, só funcionam no último round.
     Mas nem toda procrastinação acaba em vitória. Se os procrastinadores se defendem dizendo que curtem trabalhar sob pressão, os cientistas estão descobrindo que eles estão longe de se sentir felizes com esse hábito. Pesquisas indicam que 20% dos trabalhadores de escritório dos EUA sofrem patologicamente do problema. É o dobro do número de casos de depressão no mesmo ambiente. O psicólogo Piers Steel descobriu que a maioria dos enroladores convive mais com estresse, sentimento de culpa, baixa autoestima e arrependimento por não terem trabalhado antes. O problema também acontece na sala de aula. Segundo a psicóloga Patricia Sommers, da Universidade do Texas, nos EUA, mais de 70%  dos estudantes americanos deixam trabalho para depois - e 20% fazem isso de forma preocupante.
     O sentimento de culpa aparece porque, sem conseguir controlar o próprio tempo, os procrastinadores sentem que o dia passa sem que tenham produzido o mínimo necessário. Assim, criam um caos pessoal que acaba em sentimentos depreciativos. Há casos de gente que se endivida por  perder prazos de pagamentos, que fica desempregada ou passa por crises de autoestima. Estudos da pesquisadora Fuschia Sirois vão ainda mais longe. Para ela, a procrastinação é um caso de saúde pública. Ela descobriu que aquele costume de deixar a ida ao médico para depois ou postergar a matrícula na academia causa problemas de saúde definitivos. Analisando 254 adultos, ela descobriu que os enroladores sofrem mais de estresse e até de resfriado. Pior: não verificam equipamentos de segurança em sua casa, automóveis e ambientes de trabalho, causando problemas para a família. (Desconheço a autoria).

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Pedaços de mim.

“Eu sou feita de sonhos interrompidos, detalhes despercebidos, amores mal resolvidos. Sou feita de choros sem ter razão, pessoas no coração, atos por impulsão. Sinto falta de lugares que não conheci, experiências que não vivi, momentos que já esqueci. Eu sou amor e carinho constante distraída até o bastante, não paro por instante. Já tive noites mal dormidas, perdi pessoas muito queridas, cumpri coisas não-prometidas. Muitas vezes eu desisti sem mesmo tentar, pensei em fugir, para não enfrentar, sorri para não chorar. Eu sinto pelas coisas que não mudei, amizades que não cultivei, aqueles que eu julguei, coisas que eu falei. Tenho saudade, de pessoas que fui conhecendo, lembranças que fui esquecendo, amigos que acabei perdendo, mas continuo vivendo e aprendendo.”

Martha Medeiros
''A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?''           


           ( Chales Chaplin)
Com a Reforma Ortográfica, o trema – sinal de dois pontos usado em cima do u para indicar que essa letra, nos grupos que, qui, gue e gui, é pronunciada – é abolido e deixa de fazer parte da língua portuguesa. O sinal só é mantido em nomes próprios de origem estrangeira e nos seus derivados.
ANTES
AGORA
CinqüentaCinquenta
DelinqüenteDelinquente
EloqüenteEloquente
EnsangüentadoEnsanguentado
EqüestreEquestre
FreqüenteFrequente
LingüetaLingueta
LingüiçaLinguiça
QüinqüênioQuinquênio
SagüiSagui
SeqüênciaSequência
SeqüestroSequestro
TranqüiloTranquilo
Exceção
Nomes próprios de origem estrangeira e nos seus derivados.
Exemplos: Bündchen, Müller, mülleriano.

Nova ortográfia. O alfabeto passará a ter 26 letras juntamente com k,w,y. A trema não existira mais. Nas palavras dois "o" e dois "e" o acento circunflexo deixará de existir. O hífen não será mais utilizado em prefixos terminados em vogal seguida de palavras iniciadas com “r” ou “s”. Nesse caso, essas letras deverão ser duplicadas.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Trânsito

  É uma organização para veículos,pedestre,motos,ciclistas.Nele existem várias sinalização como placas de pare,proibido estacionar,sujeito a guincho,entre outros.
  Mas também existem várias regras no trânsito,para se cumprir,como não falar ao celular,não beber antes de dirigir que hoje em dia é umas das regras mais exigidas dos motoristas.Mas também acontecem vários acidentes no trânsito.Chega a morrer 160 pessoas só no Brasil .Foi assim nos últimos 5 anos.

Artigo de opinião .

 É fundamentado em impressões pessoais do autor do texto e, por isso, são fáceis de contestar. A partir da leitura de diferentes textos, o escritor poderá conhecer vários pontos de vista sobre um determinado assunto.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Na aula de portugês estamos estudando sobre Crase é a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Reescrita do texto: As cocadas

 Quando eu tinha 10 anos, estava ajudando minha tia a fazer cocadas.
 Os cocos eram enormes, carnudos, suculentos. Fizemos uma terrina cheia de cocadas, assim que terminamos  ela me deu duas cocadas, e guardou aquela terrina cheia de ótimas cocadas, em cima de uma prateleira, bem la no alto.
 Foram se passando os dias, e elas continuaram lá. À noite, eu sonhava com aquelas cocadas. E, de dia, pareciam que elas dançavam para mim. Até que um dia, quando minha tia foi olhar as cocadas, elas já estavam estragadas. Então ela chamou Trovador. Era meu cachorro. Ele era gordo, nutrido. Ela deu as cocadas para ele, que as lambeu sem vontade alguma. Fiquei com raiva, eu fiquei com muita raiva, e triste.  

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Charge é um estilo de ilustração que tem por finalidade satirizar, por meio de uma caricatura, algum acontecimento atual com uma ou mais personagens envolvidas. A palavra é de origem francesa e significa carga, ou seja, exagera traços do caráter de alguém ou de algo para torná-lo burlesco. Muito utilizadas em críticas políticas no Brasil. Apesar de ser confundido com cartoon (ou cartum), que é uma palavra de origem inglesa, é considerado como algo totalmente diferente, pois ao contrário da charge, que sempre é uma crítica contundente, o cartoon retrata situações mais corriqueiras do dia-a-dia da sociedade. Mais do que um simples desenho, a charge é uma crítica político-social onde o artista expressa graficamente sua visão sobre determinadas situações cotidianas através do humor e da sátira. Para entender uma charge, não é preciso ser necessariamente uma pessoa culta, basta estar por dentro do que acontece ao seu redor. 

quinta-feira, 11 de agosto de 2011


Um amor verdadeiro: Deus .


Um amor verdadeiro: Deus .
amandaswc:

Até onde você iria para proteger um amigo?




Até onde você iria para proteger um amigo?


terça-feira, 9 de agosto de 2011

Minhas Memórias.


A mais ou menos 3 anos,eu e minha irma vivíamos brigando. E num dia a briga foi diferente. Como minha vó mora no segundo andar, a gente desceu a escada correndo, porque eu queria pegar ela, bater nela.
A gente foi correndo para a porta de trás, de minha casa, e eu continuei correndo atras dela... então ela abriu a porta, entrou dentro de casa, e a fechou. Eu, ainda correndo atras dela, fui abrir a porta de casa, era de vidro. E empurrei com os dois braços. O vidro todo da porta se quebrou em cima de mim. Cortando minha perna, meu braço, e também meu dedo. No meu dedo ficou um pedaço de vidro. E todas vez que encosto, aperto, bato com ele em algum lugar, da um choque, e dói.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Caracteriticas do gênero Memoria


Nas memórias literárias , o que é contado não é realidade exata. A realidade dá base ao que está sendo escrito, mas o texto também traz boa dose de inventividade.
Algumas marcas comuns:
-Expressões em primeira pessoa usadas pelo narrador, como “eu me lembro”, “vivi numa época em que”.
-Verbos que remetem ao passado, como “lembrar”, “reviver”.
-Palavras utilizadas na época evocada, como “vitrola”, “flertar”.
-Expressões que ajudam a localizar o leitor na época narrada, como “naquele tempo”.

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Tem dias que você acorda e parece que tudo vai dar certo. Mas só parece. :(

domingo, 15 de maio de 2011

isjustnay:

Foda-se o cabelo, foda-se a roupa e foda-se os padrões da sociedade. Estamos vivendo em um mundo onde a aparência física vale mais do que a aparência interior. Um mundo onde crianças de 10 anos estão loucas para beijar, crianças de 13 já fazem sexo e adolescentes de 16 já estão grávidas. Corpo é tudo, inteligência é nada. Garota legal é garota puta; garoto legal é garoto pegador. Porra,  vamos parar com isso! Casamentos acabam em 3 meses, “eu te amo” agora virou “bom dia”. A sociedade tende a afundar ao invés de melhorar.
Fernando Lucas



Foda-se o cabelo, foda-se a roupa e foda-se os padrões da sociedade. Estamos vivendo em um mundo onde a aparência física vale mais do que a aparência interior. Um mundo ondecrianças de 10 anos estão loucas para beijar, crianças de 13 já fazem sexo e adolescentes de 16 já estão grávidas. Corpo é tudo, inteligência é nada. Garota legal é garota puta; garoto legal é garoto pegador. Porra,  vamos parar com isso! Casamentos acabam em 3 meses, “eu te amo” agora virou “bom dia”. A sociedade tende a afundar ao invés de melhorar.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

quinta-feira, 31 de março de 2011

terça-feira, 29 de março de 2011

*o*

amesuasorte:

Com toda a certeza eu te digo.. Tudo o que você aprendeu com a dor você nunca iria aprender só com a felicidade.
(ame sua sorte)

Não é preciso que as pessoas acreditem no seu sofrimento para você estar sofrendo. Só você sabe como realmente se sente.
(Denis)

Não é preciso que as pessoas acreditem no seu sofrimento para você estar sofrendo. Só você sabe como realmente se sente.

Arrisque, pois pode não haver uma segunda chance.
Conquiste-a exatamente assim

Quando você estiver ao lado dela, pegue em sua mão. Olhe - a no fundo dos olhos, sem dizer nenhuma palavra. Quando ela se sentir sem graça por isso, fale coisas bonitas e sinceras a ela, bem baixinho, só ela precisa saber. Diga o quanto você se importa com ela. Converse com ela sobre coisas engraçadas, conte momentos que você já viveu. Quando vocês estiverem em uma roda de amigos, abrace-a. Quando forem a algum lugar, esteja sempre perto dela. Quando você ver que ela está sozinha , pergunte se ela está bem , beije-a na bochecha , diga que a ama! Olhe para ela sempre que puder. Ela talvez não te retribua o olhar, mas ao deitar em sua cama, ela lembrará isso e ficará feliz. Quando ela sorrir, sorria para ela , quando ela te olhar , olhe para ela. Retribua tudo, ou melhor, quase tudo. Pois quando ela te xingar , diga que a ama. E quando ela chorar abrace-a bem forte. Quando ela estiver em silêncio , diga , olhando em seus olhos, que você fica muito feliz quando ela simplesmente está por perto.

Isabela Alves

Radix

é uma palavra latina que significa raiz. Em latim o substantivo radix era empregado tanto em sentido próprio (radiz de uma planta) como em sentido  figurado.
Dependendo do contexto, radix podia significar, como raiz em português, base, fonte, fundamento, origem.

sábado, 19 de março de 2011

Infelizmente, muitas vezes somos forçados a lidar com o fato de ter que continuar nossas vidas, sem algumas pessoas, e isso muitas vezes significa continuar sem uma parte de nós mesmos, uma parte de nós que ficam com essas pessoas que ficam pelo caminho. 

Infelizmente, muitas vezes somos forçados a lidar com o fato de ter que continuar nossas vidas, sem algumas pessoas, e isso muitas vezes significa continuar sem uma parte de nós mesmos, uma parte de nós que ficam com essas pessoas que ficam pelo caminho. 

quarta-feira, 16 de março de 2011

ferchata:

jaquepiras:



Qual era o seu problema mesmo ?


 Sociedade ignorante , deixem de lamentar por desilusões amorosas ou simples dores de ouvido . Pensem um pouco no próximo , naqueles que estão a espera de uma doação de sangue , de um coração novo , ou passando frios nas ruas … Você realmente acha que seu problema é relevante ?


Qual era o seu problema mesmo ?
 Sociedade ignorante , deixem de lamentar por desilusões amorosas ou simples dores de ouvido . Pensem um pouco no próximo , naqueles que estão a espera de uma doação de sangue , de um coração novo , ou passando frios nas ruas … Você realmente acha que seu problema é relevante ?


Que Deus proteja cada um dos sobreviventes. Que Deus recupere cada um dos desaparecidos. Que Deus receba, de braços abertos, cada um dos que não resistiram.
Que Deus proteja cada um dos sobreviventes. Que Deus recupere cada um dos desaparecidos. Que Deus receba, de braços abertos, cada um dos que não resistiram.


Ei, você, garota que está lendo isso: se valoriza. Se o espelho lhe disser que existe alguém mais bela do que você, quebre-o. Lembre-se que ele pode viver sem você, e que provavelmente ele está lhe fazendo um favor com isso. Faça um garoto olhar pros seus olhos e não pros seus peitos. Garota: você é linda.
Ei, você, garoto que está lendo isso: não seja mais um babaca perdido no meio de tantos. Prove-se diferente. Seja um homem melhor. Não tenha medo de mostrar o que se passa na sua cabeça, no seu coração. Lembre-se que beleza o tempo leva embora, e que talvez você possa encontrar um tesouro perdido em uma garota com um coração partido e um sorriso meio quebrado. Garoto: você é o cara.
Ei, você, garota que está lendo isso: se valoriza. Se o espelho lhe disser que existe alguém mais bela do que você, quebre-o. Lembre-se que ele pode viver sem você, e que provavelmente ele está lhe fazendo um favor com isso. Faça um garoto olhar pros seus olhos e não pros seus peitos. Garota: você é linda.
Ei, você, garoto que está lendo isso: não seja mais um babaca perdido no meio de tantos. Prove-se diferente. Seja um homem melhor. Não tenha medo de mostrar o que se passa na sua cabeça, no seu coração. Lembre-se que beleza o tempo leva embora, e que talvez você possa encontrar um tesouro perdido em uma garota com um coração partido e um sorriso meio quebrado. Garoto: você é o cara.

terça-feira, 15 de março de 2011

eles se amam

todo mundo sabe mas ninguém acredita. Não conseguem ficar juntos. Simples. Complexo. Quase impossivel. Ele continua vivendo sua vidinha idealizada e ela continua idealizando sua vidinha. Alguns dizem que isso jamais daria certo. Outros dizem que foram feitos um para o outro. Eles preferem não dizer nada. Preferem meias palavras e milhares de coisas não ditas. Ela quer atitudes, ele quer ela. Todas as noites ela pensa nele, e todas as manhãs ele pensa nela. E assim vão vivendo até quando a vontade de estar com o outro for maior do que os outros. Enquanto o mundo vive lá fora, dentro de cada um tem um pedaço do outro. E mesmo sorrindo por ai, cada um sabe a falta que o outro faz. Nunca mais se viram, nunca mais se tocaram e nunca mais serão os mesmos. É fácil porque os dias passam rápidos demais, é dificil porque o sentimento fica, vai ficando e permanece dentro deles. (...)

texto de portugues: o vento

  O único da casa que encherga o vento é o cachorro.
Detém-se a porta do cozinha, rosnando para o patio ventado, cheio de latas inquietas e papeis decididamente malucos.
  E nos seus olhos fixos e rancorosos vê-se o desvario do vento, a incurabilidade do vento, os seus cabelos em corrupto, os seus braços que parecem mil, os seus trapos flutuantes de espantalho, toda aquela agitação causada e que ainda menos instavel, no entretanto, que a terrivel desordem da sua cabeça: pois o vento nunca pode assentar as idéias.
                                                          (Mario Quintana. Prosa e verso)
 

sábado, 12 de março de 2011

3words-4you:

Eu fico imaginando o que você responde quando perguntam de mim.

Eu fico imaginando o que você responde quando perguntam de mim.
Quantas vezes voce já escutou a mesma música só porque ela te lembrava algo ou alguém?

Quantas vezes voce já escutou a mesma música só porque ela te lembrava algo ou alguém?

sábado, 5 de março de 2011


friendsoverboys:

E quando você ouve uma música e cada palavra descreve perfeitamente sua situação.

E quando você ouve uma música e cada palavra descreve perfeitamente sua situação.
Quem nunca comeu a cabeça de uma Tortuguita e disse que a matou, não sabe o que é ser um serial killer.

henriqueperius:

Imagina essa criança no futuro:
- “Com quem foi seu primeiro beijo?”- “Katy Perry”

Imagina essa criança no futuro:
- “Com quem foi seu primeiro beijo?”
- “Katy Perry”
Chamadas perdidas: Pai (48)

Fale para uma garota que ela é linda. Ela não vai acreditar. Fale para uma garota que ela é feia. Ela vai lembrar disso, pro resto da sua vida.